Medicamentos de Referência, Genéricos e Similares: entenda a diferença

Uma matéria veiculada no último domingo(29/01) no programa jornalístico “Fantástico” preocupou a população quanto a eficácia de medicamentos genéricos e suscitou várias dúvidas. Muitas pessoas não sabem a diferença entre medicamentos de Referência, Similares e Genéricos e seus prós e contras. Entenda!

Medicamentos de Referência: São os medicamentos desenvolvidos pela indústria farmacêutica e dotados de patente, popularmente conhecidos como “de marca” e vendidos sob um nome comercial. Possuem rigoroso controle de qualidade e eficácia terapêutica, atestados pela ANVISA.

Medicamentos Genéricos: Medicamentos que contém o mesmo princípio ativo dos de Referência, produzidos após a expiração da patente. Em geral são mais baratos por conta da ausência de marca, mas tem qualidade atestada pela ANVISA.

Medicamentos similares: Também produzidos após a expiração da patente dos medicamentos de Referência, possuindo as mesmas características dos originais. Apesar de serem atestados pela ANVISA, muitos não passam pelo teste de equivalência.

Pontos para se atentar:

Os medicamentos genéricos são em geral bastante confiáveis. Os testes realizados pelo Fantástico avaliaram 3 medicamentos – os mais utilizados. Em caso de dúvida quanto a qualidade e quais são os melhores laboratórios, consulte um médico ou farmacêutico.

Já os similares merecem uma atenção especial: muitos não passam pelo teste de bioequivalência, importante para assegurar que as propriedades terapêuticas são equivalentes ao medicamento de Referência. Entretanto, a ANVISA possui uma lista de Medicamentos intercambiáveis, disponível abaixo.

Referências:

Entenda como foi feito o teste dos remédios genéricos do Fantástico: 

Diferenças entre os medicamentos de referência , genéricos e similares:

Lista de medicamentos intercambiáveis:

sobre-o-autor-gabriel-deschamps

Anúncios