Conheça o Entropia Coletiva, Plataforma Brasileira de Financiamento Coletivo pra Projetos Científicos!

Imagem de capa: Logo gentilmente cedido pela Entropia Coletiva.

Vivemos tempos de crise. Com os financiamentos sofrendo constantes cortes, cientistas precisam procurar outras formas de financiar os seus projetos. O crowdfunding – modalidade onde diversas pessoas contribuem para um projeto de seu interesse, geralmente juntando milhares de pequenas doações – tem sido uma popular alternativa para financiar diversos tipos de projetos no mundo inteiro, principalmente na indústria do entretenimento. Para a ciência, a tradição não é tanto comum, especialmente no Brasil – mas uma nova empresa está tentando mudar esse panorama.

A entropia coletiva é uma empresa que fornece essa plataforma de crowdfunding, permitindo que qualquer pesquisador possa contatar o público para financiar sua pesquisa. Criar uma campanha no Entropia Coletiva é gratuito – a empresa recebe a sua parte como uma porcentagem do valor arrecadado. Mesmo se o financiamento falhar em atingir sua meta, o pesquisador receberá o dinheiro arrecadado, como uma forma de auxiliar o começo da pesquisa enquanto a equipe corre atrás de outras formas de financiamento.

Um dos grandes pilares do Entropia Coletiva é o comprometimento do pesquisador com a transparência e divulgação do andamento da pesquisa. Os financiadores são colocados não apenas como fontes de renda, mas como parceiros ativos da campanha, e com capacidade de acompanhar seu financiamento e observar se o dinheiro está sendo bem empregado. A interação entre pesquisador e público é incentivada, bem como a publicação dos resultados em periódicos de “acesso livre” – ou seja, periódicos onde a leitura do artigo seja disponibilizada para o público de forma gratuita. Naturalmente, algumas pesquisas requerem sigilo sobre os resultados, mas estas podem manter seu compromisso com o público através de outras estratégias – como explicação sobre as técnicas do laboratório e o dia-a-dia do desenvolvimento do trabalho.

Outra preocupação da Entropia Coletiva, para nosso alívio, é o comprometimento com o mérito científico da pesquisa, impedindo assim que trabalhos pseudo ou anti-científicos entrem na onda. Cada projeto é avaliado pela equipe, composta de profissionais de diversas áreas. “Na Entropia Coletiva só entra ciência de verdade”, diz o site.

A Entropia Coletiva quer ajudar grupos que não são tradicionalmente amparados pelos meios tradicionais de financiamento à conseguirem realizar suas pesquisas. “Sabemos que o financiamento coletivo não vai substituir os grandes editais” Conta Frederico Reis, um dos fundadores da empresa. “Nossa intenção é fornecer uma maneira para que pesquisas não tão clássicas, que sofrem mais para arranjarem financiamento sejam capazes de obter ajuda do público, como pesquisas das áreas de Ciências Humanas, ou pesquisas sobre os efeitos medicinais da maconha”.

Não apenas isso, mas a Entropia Coletiva deseja também auxiliar o desenvolvimento da ciência fora do âmbito da academia. “Também queremos ajudar grupos não-tradicionais, inclusive não acadêmicos, como grupos de biohackers, consigam verbas para desenvolver a sua ciência” Disse Frederico. E completa: “Queremos fazer a ciência acontecer, não importa aonde, desde que a pessoa tenha a capacidade de desenvolver aquela pesquisa”.

Você pode conferir a entropia coletiva no site deles, clicando AQUI (https://www.entropiacoletiva.com/pt). Esperamos que a Entropia Coletiva consiga prosperar e ter sucesso para que, dessa forma, aqueles que não sejam contemplados com as vias tradicionais de financiamento possam ter mais um reforço para desenvolver os seus projetos!

sobre-o-autor-lucas-rosa

Anúncios