A poeira da sua casa pode fazer mais mal do que você pensa

Imagem de capa: Autor desconhecido, extraído de HealthyWomen

Se você acha que a poeira da sua casa colabora apenas para um dia de espirros para alérgicos você estava enganado. Uma nova pesquisa descobriu que o pó aparentemente inócuo que levamos para as nossas casas sob a forma de poeira pode conter substâncias químicas perigosas provenientes de subprodutos de outros produtos.

A pesquisa foi feita por uma equipe multi-instituto advindos de Milken Institute Escola de Saúde Pública, Silent Spring Institute, Conselho de Defesa de Recursos Natural, Harvard T. H. Chan Escola de Saúde Pública e do Trabalho e do Programa de Medicina Ambiental.

Zota e sua equipe compilaram dados de 26 artigos revisados por diferentes especialistas em conjunto com dados inédito onde analisaram amostras de poeira retiradas de casas diferentes em 14 estados americanos. Eles encontraram 45 produtos químicos potencialmente tóxicos que invadem nossas casas por meio do seu consumo ou de produtos domésticos, como pisos de vinil, produtos de limpeza, materiais de construção e até mesmo mobília doméstica.

Esses produtos químicos são liberados para a atmosfera e acabam por aderir na poeira, que acaba por acumular em móveis ou no chão da nossa casa. Com isso as pessoas podem inalar ou ingerir pequenas partículas do pó ou mesmo absorvê-las através da pele. Bebês e crianças estão particularmente expostos a um maior risco de contaminação às substâncias químicas encontradas no pó já que podem rastejar ou se jogar no chão empoeirado colocando as mãos em contato direto com a boca.

Ainda mais preocupante é que muitos dos produtos químicos estão ligados a graves problemas de saúde, como câncer e toxicidade reprodutiva ou de desenvolvimento, sendo que alguns ainda podem agir em conjunto para agravar o problema. De modo que mesmo a exposição a pequenas quantidades quando misturados entre si pode amplificar os efeitos, especialmente para jovens e crianças em desenvolvimento.

Dez substâncias químicas nocivas foram encontradas em 90% das amostras de poeira em vários estudos, incluindo um agente causador de câncer conhecido como TDCIPP. Este retardador de chama é frequentemente encontrado em móveis, produtos para bebês e outros itens domésticos.

O TDCPP, um organofosfato clorado onde vários estudos sugerem que pode ser cancerígeno.

tris_1_3-dichloro-2-propyl_phosphate

Por outro lado, consumidores que desejarem reduzir sua exposição a produtos químicos na poeira e em seu ambiente em torno pode tomar algumas medidas simples, como manter seu ambiente sempre limpo usando um forte aspirador com um filtro HEPA (do inglês High Efficiency Particulate Arrestance é uma tecnologia empregada em filtros de ar com alta eficiência na separação de partículas), lavar as mãos com frequência e sempre se informar para evitar produtos domésticos que contenham substâncias químicas potencialmente perigosas.

Fonte: NRDC

Sobre o Autor - Mário

Anúncios