Empresário Brasileiro vai construir fazendas hi-tech em são Paulo

Imagem de capa: Fornecida pela SquareFarms

Em vista de sempre crescente população da Terra, é importante estarmos sempre procurando novas maneiras de melhorar ou optimizar a produção. Ainda mais importante é fazê-lo de maneira ecologicamente sustentável.

É justamente essa a proposta da SquareFarms, criação do empresário brasileiro Tiago Giussani, que também é dono da empresa alimentícia Sanomax e da start-up em energia solar Solight Photovoltaics. A SquareFarms é uma metodologia de cultivo de vegetais e peixes dentro de grandes contâiners, através do sistema de aquaponia – um ecosistema onde ambos convivem em harmonia, de maneira simbiótica, beneficiando o cultivo e criação de ambos. O sistema foi desenvolvido por Tiago nos Estados Unidos, e agora está sendo trazido de volta para implantação no Brasil.

A grande vantagem da SquareFarms reside no fato que, por ser um sistema fechado dentro de um contâiner, o cultivo é realizado 24h por dia, 7 dias por semana, sem interferência do meio externo. Faça chuva ou faça sol, o sistema continua funcionando, fornecendo o ambiente ideal para o cultivo e criação. O sistema do contâiner é completamente automatizado, exigindo apenas a correta manutenção do aparelho.

WhatsApp Image 2017-03-12 at 14.46.36

Exemplo de Contâiner da SquareFarms (Imagem: Fornecida pela SquareFarms)

Cada contâiner fornece 72m² de área cultivável, protemetendo entregar, dependendo do cultivo,  até 6 mil plantas por mês, um rendimento acima do que se obtém em métodos tradicionais de cultivo em uma área similar. Tudo isso sem necessidade de agrotóxicos, responsáveis por diversos problemas de saúde em seres humanos.

“Conseguimos colocar, em um container de 12 metros, um tanque para peixes, mesas de cultivo, central de controle e tudo isso completamente automatizado” afirmou Tiago ao mural. “O primeiro contâiner ficará pronto em 3 meses e já temos visitas agendadas com investidores sul coreanos e isrealenses que estão interessados na tecnologia, bem como com uma rede brasileira de restaurantes veganos”.

“Além disso”, continuou “o contâiner pode gerar até 7 mil reais em renda líquida, e fornecer hortaliças que podem ser vendidos à um preço competitivo e às vezes até menor que os cultivados por métodos tradicionais”. Esse ponto é relevante porque o custo é justamente um dos principais obstáculos na popularização da agricultura sem o uso de pesticidas – geralmente a produção com agrotóxicos acaba sendo mais econômica, chegando à um preço final menor ao consumidor. Se o projeto de Tiago tiver sucesso, esse quadro poderá mudar.

Oferecendo um método mais barato, mais eficiente e que exige menos trabalho do que os métodos de cultivo tradicional, a tecnologia SquareFarms pode ser uma verdadeira revolução no setor agrícola brasileiro e mesmo mundial. Ficaremos na torcida!

sobre-o-autor-lucas-rosa

Anúncios