Hernando Neves Filho: o pesquisador brasileiro que está tentando entender as bases da criatividade

Imagem de capa: Cedida pelo dr. Hernando Neves Filho à equipe Mural Científico.

Uma das características mais desenvolvidas no ser humano é a sua criatividade – ou seja, a capacidade de inventar e aplicar conhecimentos para arranjar novas soluções para um problema. É a criatividade que permitiu ao homem conquistar a natureza e se estabelecer como a espécie dominante do planeta. Porém, como quase tudo, a criatividade ainda é um mistério para a ciência.

Em busca de respostas sobre a origem da criatividade, o pesquisador brasileiro Hernando Neves Filho tem dedicado sua vida à pesquisa. Hernando se formou como Psicólogo na Universidade Federal do Pará, e realizou seu Doutorado na USP. Atualmente, está realizando seu pós-doutorado na PUC de Goiânia. Seus orientadores ao longo de sua vida acadêmica foram os doutores Marcus Bentes de Carvalho Neto e Miriam Garcia-Mijares.

A linha de pesquisa principal de Hernando é a investigação do fenômeno conhecido como recombinação de repertórios. “Em breves linhas, observamos como diferentes comportamentos são recombinados em uma forma nova, produzindo comportamento inédito, em uma situação de resolução de problemas”, disse o pesquisador.

Hernando já demonstrou em seus experimentos que essa capacidade não é exclusiva de seres humanos – sendo observados também em macacos, ratos (dois trabalhos; em ingles, e em português de acesso livre) e pombos (artigo ainda a ser publicado, mas os resultados podem ser encontrados na tese do Dr Hernando).

“Atualmente estou desenvolvendo uma metodologia de teste de recombinação de repertórios para humanos, em ambiente virtual (um jogo de computador em primeira pessoa)” declarou Hernando ao Mural. O pesquisador acredita que o próximo passo, após uma compreensão mais profunda do fenômeno da recombinação de repertórios ser alcançada e ganhemos conhecimento sobre quais métodos de treinamento facilitam ou dificultam esse processo, é o desenvolvimento de metodologias de ensino que facilitem a recombinação de repertórios em situações de problema, de forma a ser possível “treinar” a criatividade.

O currículo lattes dos pesquisadores envolvidos, inclusive de Hernando, bem como os trabalhos publicados ate o momento, encontram-se como hiperlinks no texto.

Sobre o Autor - Lucas Rosa.png

Anúncios